10 tendências na área de RH que você precisa acompanhar

Um bom profissional da área de RH deve buscar se aprimorar constantemente e ficar atento às tendências da área. O avanço da tecnologia, as mudanças em relação às carreiras e transformações sociais tornam fundamentais a atualização constante desse profissional.

Por isso, separamos 10 tendências de RH que você precisa conhecer para não ficar para trás! Vamos a elas?

1. Economia compartilhada

A economia compartilhada é uma das maiores inovações econômicas recentes, conseguindo facilitar processos e otimizá-los, entre eles a captação de novos talentos para uma empresa.

Por meio de sistemas colaborativos, é possível realizar contratações de forma rápida e eficiente. Esses sistemas usam, por exemplo, recrutadores (ou headhunters) especializados, que poderão indicar os melhores candidatos à vaga ofertada.

2. Flexibilização no trabalho

É cada vez mais comum que o colaborador consiga adequar sua vida profissional à pessoal, e não o contrário. Modelos tradicionais de trabalho são abandonados por empresas que entendem a necessidade de oferecer qualidade de vida e melhores condições para os colaboradores exercerem as suas funções.

Medidas como o home-office (em que o colaborador atua em casa) e a flexibilização do horário de trabalho fazem parte dessas mudanças que trazem grandes benefícios para a empresa e o funcionário, como a retenção de talentos e o aumento da produtividade.

3. Uso de dados na área de RH

Uma das tendências de RH mais marcantes é o uso cada dia mais presente de dados e estatísticas para a tomada de decisões importantes. A área de RH acompanha esse caminho, possibilitando maior facilidade em realizar contratações, promoções e demissões baseadas em dados objetivos.

Espera-se uma participação sempre maior de matemáticos, engenheiros e programadores na gestão de pessoas, otimizando processos e análises.

4. Aproveitamento de tecnologias

Não é nenhuma novidade para o profissional de RH que o avanço de tecnologias facilitou e agilizou procedimentos, inclusive os processos seletivos. No entanto, é esperado que gadgets ― como tablets e smartphones ― tomem um papel maior nas operações de gestão de pessoas. É fundamental para o profissional da área de RH entender como esses recursos podem ser usados de forma inteligente.

5. Planejamento de carreira em “W”

O crescimento de um colaborador dentro de uma empresa sempre esteve atrelado ao caminho gerencial ou técnico. Essa imposição gera limitações e possíveis problemas, como funcionários tecnicamente eficientes exercendo funções de gerência de forma ineficaz.

Além disso, as mudanças nas relações de cargos, inovações estruturais em empresas e multidisciplinaridades exigidas dos colaboradores originaram, a necessidade de um modelo mais atual de percurso de carreira.

A solução encontrada foi a criação de carreiras em “W”, que representa os gestores. Esses funcionários aliam conhecimentos gerenciais com capacidades técnicas. Assim, é possível a existência de funções dinâmicas que atendam às necessidades das organizações.

6. Uso de redes sociais internas

A utilização de redes sociais na captação de talentos já é uma realidade para a maior parte dos departamentos de gestão pessoal do mercado. No entanto, a tendência é que isso se expanda internamente. Grandes empresas, como a HP e a TOTVS, já utilizam as mídias sociais internas ou corporativas como estratégia de comunicação com os colaboradores, gerando maior integração entre eles e a companhia.

Os perfis funcionam assim como nas redes sociais comuns, no entanto, a comunidade se restringe à empresa. A ferramenta tem ajudado as organizações a descobrirem novas vocações entre os funcionários e também a conferir mais dinamicidade ao trabalho, pois permite a discussão de projetos, a troca de informações entre diferentes setores e também facilita o dia a dia da corporação, já que a incidência de reuniões e e-mails diminui.

7. Aplicação de estratégias de marketing

O endomarketing é conhecido como marketing institucional interno e consiste na utilização de estratégias e ações para conquistar os colaboradores. O que antes era apenas usado no ambiente externo, como a fidelização e as campanhas, tem ganhado cada vez mais espaço internamente.

A tendência do momento é o estabelecimento da employer branding (marca empregadora), que é uma estratégia do ambiente interno, mas que tem reflexo direto no ambiente externo. Para isso, a empresa mune-se de ações que envolvem todos os setores, visando incentivo ao desenvolvimento e valorização da sua equipe, posicionamento claro diante dos colaboradores para atrair talentos e retê-los.

8. Promoção à vida saudável

Como já destacamos no texto, a flexibilização do trabalho é algo que tem sido adotado pelas empresas e mostra uma preocupação crescente com relação à vida pessoal dos profissionais.

Uma das tendências é a busca por promoção da vida saudável dos colaboradores por meio de ambientes ergonômicos, com designs que visam a tranquilidade e estimulam a criatividade, espaço para descontração e até mesmo orientações sobre práticas corporais com a inclusão de ginástica laboral.

Muitas empresas têm incluído ainda aos benefícios dos colaboradores descontos em academias, SPAs etc. Enquanto isso, outras têm adotado refeitórios comandados por nutricionistas, oferecendo alimentação balanceada aos colaboradores.

9. Capacitação online

qualificação e a capacitação dos profissionais são uma demanda antiga dos RHs. No entanto, com a modernidade e o avanço das tecnologias, a exigência passou a ser bem maior. A tendência agora é fazer treinamento on demand, ou seja, por demanda.

Por meio de parcerias com escolas, e até mesmo com plataformas da própria empresa, o RH sugere treinamentos mais personalizados. Além disso, o colaborador pode fazê-los onde e quando quiser, pois eles são disponibilizados em plataformas online. O controle é bastante eficaz, visto que o departamento de gestão de pessoas pode fazer testes em cada fase concluída.

10. Diversidade e job rotation

Foi-se o tempo em que uma vaga de analista de RH, por exemplo, só poderia ser ocupada por uma pessoa com formação na área. A tendência é que profissionais com formações diferenciadas façam parte dos quadros de funcionários, promovendo a diversidade corporativa. Engenheiros, comunicadores e outros profissionais podem trazer uma visão diferenciada para o departamento e promover a comunicação com os outros setores.

Outra novidade é a promoção do job rotation. Muitas empresas já promovem isso em seus programas de trainee, mas a novidade é que agora a ação tende a se expandir. O funcionário terá a possibilidade de transitar entre diferentes áreas, mesmo por aquelas que não tiver formação. A vivência de rotinas diferentes permitirá uma visão mais ampla do negócio, o que trará uma formação multifacetada ao colaborador.

Lidar com as diferentes demandas da área de RH e manter-se atualizado para buscar as melhores respostas é um desafio constante. Por isso, é imprescindível estudar e conhecer práticas que são tendências de sucesso.

Gostou do artigo sobre as tendências de RH? Conhece outra tendência na área que julga importante? Deixe o seu comentário e participe!

d'hire

Marketplace de Recrutamento Especializado

11 thoughts to “10 tendências na área de RH que você precisa acompanhar”

  1. Um funcionário motivado traz grandes resultados para organização, é um grande passo dado quando a organização coloca em pauta a qualidade de vida do seu funcionário.

  2. Artigo muito interessante que aborda tendências atuais da nova gestão de RH. Na minha última empresa observei um crescimento considerável na utilização de dados e da discussão dos mesmos em vários projetos na atração e contratação de talentos. Gostaria de ver um artigo detalhado sobre o tema e como profissionais da área podem se preparar diante deste novo cenário.

  3. Participei de uma reunião semana passada abordando este tópico, acho que é valido para conquistar um novo emprego.

    Boas festas de fim de ano que possamos obter nossos empregos de volta ñ é D’hire?

  4. o material não apresentou nenhuma novidade na área. Os pontos levantados já estão todos em vigor nas grandes empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *