Os processos seletivos mudaram, mas os objetivos dos contratantes são os mesmos: admitir funcionários com qualidade e eficácia.

Com o passar do tempo, os processos de recrutamento, seleção e contratação se modificaram, acompanhando o avanço da tecnologia. Junto a essas mudanças, também tornaram-se mais intensivos, ou seja, passaram a gerar mais gastos e a consumir mais tempo das empresas.

Por isso, desenvolvemos 5 dicas que vão ajudá-lo a otimizar os processos da empresa e reduzir custos nos processos seletivos. Acompanhe a publicação e saiba mais!

1. Defina bem sua vaga

O primeiro passo na hora de fazer uma contratação é definir o perfil do candidato que a empresa busca. Além disso, é extremamente importante descrever bom a posição, listando os desafios, qualificações técnicas e comportamentais do profissional, as atribuições e por aí vai.

2. Aproveite a tecnologia nos processos seletivos

Utilizar a tecnologia, especialmente um marketplace de recrutamento, é a melhor maneira de otimizar os processos da empresa. Com a plataforma correta, que oferece uma forma rápida, assertiva e colaborativa de contratação, você vai não apenas acelerar os processos seletivos da empresa, mas economizar tempo e dinheiro.

Hoje em dia, há plataformas dedicadas a conectar pessoas em busca dos melhores profissionais com headhunters altamente especializados (os chamados Talent Specialists). Eles buscam, avaliam e enviam os candidatos aos contratantes, tudo através da plataforma.

3. Analise se o perfil dos candidatos é adequado à vaga

Para facilitar o recrutamento, é importante que haja um consenso entre os líderes da empresa quanto ao perfil do candidato que atenda aos critérios da vaga. Evite basear os critérios em outro membro da empresa, isso pode trazer problemas futuros.

Tendo em mente este perfil, avalie as candidaturas recebidas e fique atento para evitar desvios nessa parte do procedimento.

4. Evite erros nos processos seletivos

Seja criterioso quanto aos perfis dos candidatos, para não cometer equívocos. O candidato deve se enquadrar perfeitamente no padrão estabelecido, citado no tópico anterior.

É fundamental que o perfil desejado seja definido com clareza, de forma a evitar contratações equivocadas e prejuízos futuros. Cuide para que o perfil escolhido não seja igual ao de ex-funcionários. Afinal, demissões geram despesas para a empresa.

Ser rigoroso no processo seletivo evita que o procedimento se prolongue por muitas etapas, promovendo agilidade, redução de custos e melhoria da qualidade dos funcionários, além de possibilitar a descoberta de novos talentos que poderão fazer parte da equipe por muito tempo.

5. Atente-se aos bons talentos

Ficar de olhos abertos à competência dos candidatos pode ajudá-lo a recrutar funcionários que tenham qualidade e perfil ideais para permanecer por muito tempo na empresa. É preciso aumentar a retenção de talentos, de forma a evitar que a instituição se submeta a novos processos seletivos.

Não deixe os profissionais que estão participando de seus processos de recrutamento mais de cinco dias sem feedback. Eles são muito disputados por outras empresas e podem estar participando de outros processos seletivos! Assim, se o processo for muito longo, você pode acabar perdendo os melhores profissionais.

Todo recrutamento gera gastos e consome tempo. Além disso, é importante lembrar que funcionários talentosos contribuem para o crescimento e aumento dos lucros da empresa.

Agora que você já sabe como reduzir custos em processos seletivos e está pronto para contratar funcionários talentosos, aprenda a otimizar a seleção para encontrar o funcionário perfeito!