Como contratar funcionários para startups?

O conceito de startup é relativamente recente no Brasil, logo, não há dúvidas de que a contratação de funcionários para startups ainda seja um trabalho um pouco nebuloso para os profissionais de RH.

Essas empresas costumam ter um perfil muito jovem e precisam de profissionais ágeis, que entendam de tecnologia, curiosos e com muita disposição. Porém, não podemos deixar de lado as competências técnicas que cada negócio exige, de acordo com seu nicho de atuação.

Pensando nisso, preparamos esse post para ajudar no processo de seleção. Confira!

Que aspectos funcionários para startups devem ter?

Para fazer uma escolha assertiva, alguns aspectos comportamentais podem ser considerados na hora da escolha. São eles:

1. Dinamismo e versatilidade

Um funcionário de startup vai assumir várias funções ao longo da carreira e enfrentar um trabalho árduo. Esse profissional não pode se apegar à rotina e precisa de disposição para fazer o que for necessário, desde uma análise de mercado até ligar para a companhia de telefonia se a internet cair. Muitas vezes, os salários são menores no início, sendo assim, esse contratado deve estar pronto para crescer junto com a empresa e “colocar a mão na massa”.

2. Cooperativismo e empatia

Por ser uma estrutura pequena, qualquer equívoco ou falha na startup afeta a empresa como um todo. Portanto, caso um colega cometa um erro, a equipe deve ajudar e juntos buscarem soluções para o problema. O trabalho nesse tipo de organização tem que ser colaborativo e sempre almejando uma meta maior – o comportamento “cada um por si” não funciona em uma startup.

Pessoas colaborativas, que procuram cultivar bons relacionamentos com os colegas e buscam ajudar os demais são ótimos candidatos.

3. Profissionais jovens ou da Geração Millennial

Pessoas mais velhas, com estruturas já fixas e que buscam estabilidade, podem encontrar dificuldades para trabalhar numa startup. Jovens, que valorizam a riqueza de experiências e o aprimoramento do perfil profissional, saem-se melhor nesse tipo de empresa, além de se adaptarem mais facilmente com o clima descontraído que esses lugares oferecem. As pessoas da Geração Millennial, geralmente, encaixam-se nesse perfil.

4. Pessoas com controle emocional

Startups são cheias de altos e baixos, muitas vezes, com períodos de muita pressão e trabalho intenso. Saber lidar com esse tipo de cenário deve ser uma característica importante em quem quer trabalhar nessas empresas. Dificilmente, pessoas explosivas ou com baixa resiliência manter-se-ão bem em um ambiente com tantas mudanças.

5. Adequação à cultura da empresa

Escolher funcionários que se identifiquem com a cultura da empresa é essencial para que eles consigam ter um bom desenvolvimento no trabalho e, mais do que isso, sintam-se felizes e possam contribuir por muito tempo.

Uma pessoa que não se identifica com o que é valorizado no local de trabalho acaba se desconectando e perdendo o engajamento ao longo do tempo, além de sentir impactos negativos, até mesmo, na qualidade de vida.

recrutamento especializado headhunters

6. Busca pelo conhecimento

Uma das características mais marcantes de uma startup é a inovação. Fica fácil entender porque um profissional que não busca novas informações não é o ideal para trabalhar nesses modelos de organização. Pessoas que tendem a estagnar não se enquadram no perfil de startup – é preciso buscar sempre novas fontes de conhecimentos para manter-se a par do que está acontecendo no mundo e no mercado em que atua.

Agora que você conheceu mais sobre o perfil ideal para contratar funcionários para startups, deixe um comentário contando qual característica considera essencial e o que é importante na hora de selecionar talentos para sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *