Gestão organizacional de uma empresa: entenda agora como otimizar!

Enquanto algumas organizações lutam para sobreviver “um dia de cada vez”, outras ampliam sua participação no mercado, se destacam da concorrência e conquistam resultados positivos. Qual é o segredo? A resposta está na utilização de práticas efetivas na gestão organizacional de uma empresa.

E você, já parou para avaliar como a sua companhia está conduzindo a gestão? Quer descobrir alternativas para otimizá-la? Então, este post vai ajudá-lo. Confira!

A importância da gestão organizacional

Em primeiro lugar, precisamos destacar que a gestão organizacional é a administração dos recursos — físicos, financeiros, materiais, tecnológicos e principalmente humanos — de uma companhia. Sua finalidade é alcançar resultados e promover o sucesso do negócio.

Portanto, ela se inicia com a análise do ambiente organizacional com o objetivo de promover melhorias. Para isso, pode ser necessário, por exemplo:

  • desenhar processos de uma forma mais eficaz;
  • proporcionar o desenvolvimento das pessoas;
  • criar um ambiente colaborativo, entre outras ações.

O resultado de uma gestão organizacional eficiente é a conquista de um grupo engajado e comprometido, apto a utilizar os outros recursos da companhia para obtenção de bons resultados.

O cenário atual de competitividade extrema exige que as empresas tornem sua gestão cada vez mais eficaz. Esse é o único caminho para que elas consigam se adaptar às mudanças do mercado, manter sua participação e criar diferenciais que as tornem relevantes para o público-alvo que pretendem atingir.

A otimização da gestão organizacional de uma empresa

Depois de entender qual é a importância da gestão organizacional, é preciso descobrir como otimizá-la na prática. Para isso, selecionamos algumas dicas infalíveis. Confira:

Comece com um planejamento

O primeiro passo para o sucesso de uma empresa é o planejamento. Ele deve, primeiro, estabelecer objetivos, para então definir as ações mais apropriadas para atingi-los.

Quando uma empresa apenas tenta sobreviver, sem realizar esse planejamento, ela tem poucas chances de se destacar no mercado. A equipe precisa ter um norte, um alvo que pretenda alcançar.

Tenha uma estratégia bem definida

A estratégia é formada pelo conjunto de ações necessárias para atingir os objetivos definidos no planejamento. Ela deve ser baseada em um cuidadoso estudo:

  • do mercado;
  • do público-alvo da organização;
  • das características distintivas da companhia.

O papel dessa estratégia é desdobrar os objetivos em ações capazes de conduzir o empreendimento ao seu objetivo. Quando bem formulada, ela faz com que os planos saiam da gaveta e se tornem realmente executáveis e eficientes no alcance dos resultados.

Fortaleça a cultura organizacional

É importante que sua equipe não tenha simplesmente um conjunto de tarefas a executar. Ela precisa conhecer e se identificar com a missão da organização, seus valores e propósitos de sua existência.

Para isso, a companhia necessita implementar e fortalecer sua cultura organizacional. As ações de comunicação interna são fundamentais para conscientizar o time a respeito desses valores, mostrando como são traduzidos em práticas e políticas presentes no dia a dia.

Invista em inovação e tecnologia

Atualmente muitas organizações estão focando na adoção de tecnologias para tornar seus processos mais fluidos e inteligentes. Para a empresa, isso representa redução de custos e precisão.

A tecnologia permite que as tarefas mecânicas, repetitivas ou burocráticas sejam realizadas pelas máquinas. Dessa forma, o principal ativo das organizações — as pessoas — pode se voltar para funções mais estratégicas, que geram um resultado significativo para a companhia.

Às vezes a inovação não depende apenas da tecnologia, mas da adoção de novos modelos que otimizem a gestão. Por isso, é importante ficar de olho em tendências do mercado, avaliar sua viabilidade e colocá-las em prática no negócio.

Baseie suas contratações no fit cultural

Ao selecionar um novo profissional para o quadro, muitas empresas focam em fatores como:

  • formação;
  • conhecimento técnico;
  • experiência na função;
  • conjunto de competências etc.

Embora esses itens sejam importantes para o bom desempenho do funcionário, existem outras questões que precisam ser consideradas. O perfil comportamental e o fit cultural são fatores de extrema importância para ter uma equipe engajada.

Realize avaliações constantes

As avaliações constantes são essenciais para melhorar a performance do grupo e, consequentemente, otimizar a gestão organizacional. Elas permitem identificar possíveis lacunas responsáveis por gargalos por obstáculos que impedem o bom desempenho.

É importante que todos os resultados obtidos pela organização sejam comparados com indicadores predefinidos. A concepção de sucesso não deve ser baseada apenas na percepção, mas principalmente em dados.

Quando a empresa avalia a eficácia de suas ações por meio de indicadores de performance, ela tem a oportunidade de identificar o que funcionou ou não. Assim, ela pode investir tempo, esforços e recursos nas iniciativas que geraram resultados compatíveis com suas expectativas.

Estabeleça metas atingíveis

O estabelecimento de metas exige equilíbrio. Ao mesmo tempo que não elas podem ser tímidas ou acanhadas, incapazes de desafiar o grupo, também não devem ser excessivamente elevadas.

Ao se deparar com uma meta, é preciso que o colaborador ou a equipe pensem que, com um pouco mais de esforço, eles podem alcançá-la. O efeito deve ser a motivação, e não a sensação de incapacidade e desânimo.

A empresa pode adotar campanhas ou ciclos nos quais os gestores sempre levem esses alvos além das marcas anteriores, atingindo progressivamente o patamar de desempenho desejado.

Promova o desenvolvimento do grupo

Porém, da mesma forma que é preciso estabelecer metas cada vez mais ousadas, é fundamental certificar-se de que o grupo está apto a alcançá-las. A chave para isso é o desenvolvimento dos colaboradores.

É importante que eles sejam não só estimulados, mas preparados para encarar esses desafios. A companhia deve proporcionar oportunidades para aprendizado e desenvolvimento de competências de diversas maneiras.

Algumas das iniciativas válidas para promover esse desenvolvimento e melhorar o desempenho da equipe são:

  • programas de capacitação ou aperfeiçoamento;
  • projetos com ciclos de ação;
  • feedback, coaching ou mentoria interna e externa.

Além da alta performance e dos resultados apresentados pelo grupo, as ações para o desenvolvimento dos colaboradores são essenciais para reter talentos. Em muitos casos, o salário já não é um atrativo suficiente para segurá-los em uma organização. Eles desejam oportunidades de aperfeiçoamento profissional relevantes e consistentes.

Em última análise, não podemos negar que uma companhia é sempre tão boa quanto seus colaboradores. Portanto, os investimentos realizados para desenvolver os recursos humanos são sempre o caminho certeiro para alcançar a alta performance e produzir excelentes resultados.

Entendeu como é possível otimizar a gestão organizacional de uma empresa? Quer descobrir como garantir para conquistar um quadro de gestores e colaboradores capacitado e engajado?

Converse com os especialistas da d’hire agora mesmo e descubra todas as vantagens de um marketplace de recrutamento especializado. Aguardamos seu contato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *