Por que a cultura organizacional é importante em processo seletivo?

A cultura organizacional é o que norteia as atitudes e o comportamento dos colaboradores de uma empresa, como uma bússola. Se você também já ouviu algo similar, mas não consegue entender como esse conceito é aplicado na prática, então esse artigo é para você.

A seguir, vamos explicar sobre esse conceito e relacioná-lo aos processos seletivos de uma empresa, como forma de reter talentos. Ficou curioso? Então continue acompanhando a leitura e confira!

Entenda o conceito de cultura organizacional e sua importância

Cultura organizacional, também conhecida como cultura corporativa, é, basicamente, o conjunto de valores, crenças e ideais cultivados por determinada organização. É nela que os membros da equipe se baseiam ao fazer suas escolhas e é nela que os gestores devem se inspirar para conduzir a equipe.

Em outras palavras, a cultura organizacional está para a empresa assim como a personalidade está para o ser humano. O modo como os colaboradores agem, os resultados alcançados e a visão que os clientes e fornecedores têm da empresa devem imprimir essa cultura.

Visto isso, ter uma cultura clara e bem definida é de uma importância notória, e cabe, principalmente, à gestão absorvê-la e compreendê-la para que ela seja passada da melhor forma para a equipe.

Conheça a relação entre a cultura e os processos seletivos

Não há dúvidas que de a melhor forma de garantir que toda a equipe se alinhe à cultura corporativa da empresa e se sinta confortável com ela, é inseri-la aos candidatos logo no processo seletivo.

Até porque, o processo seletivo é uma via de duas mãos, pois ao mesmo tempo que a empresa busca profissionais adequados para compor a equipe, o candidato também avalia se aquela empresa possui valores pelos quais vale a pena se esforçar para defender, especialmente em se tratando das novas gerações, que colocam os ideais no mesmo patamar do salário e do status.

Inventário de Aderência Cultural

Vale salientar que não existe cultura certa ou errada, somente culturas diferentes. Do mesmo modo, há pessoas que se adequam à determinada cultura, e há pessoas que não.

Sendo assim, apresentar os valores da empresa durante a entrevista é o jeito mais eficiente de conseguir montar uma equipe coesa e bem estruturada, além de evitar frustrações a longo prazo. Nesse cenário, o recrutador tem papel vital, pois é sua a missão de fazer essa conexão, além de reconhecer tais valores nos talentos entrevistados.

Elabore a cultura corporativa da sua empresa

Se sua empresa ainda não tem uma cultura corporativa definida, não se preocupe, ainda é tempo de criá-la. Para isso, é fundamental começar a observar a situação atual da empresa a fim de chegar a um diagnóstico.

Analise o modelo de gestão aplicado, os planejamentos estratégicos, o sistema de recompensas, os salários oferecidos, enfim, cada aspecto da gestão de pessoas de sua empresa.

Analise, também, o modo como as equipes trabalham e quais são os ideais individuais de diferentes pessoas, e de diferentes níveis hierárquicos dentro da organização. A partir disso, apure, filtre e decida qual, afinal, é a missão, a visão e os valores defendidos pela empresa.

Caso sua empresa já possua uma cultura organizacional e você queira mudá-la, lembre-se de que isso não pode ser feito sem planejamento e diálogo com a equipe. Caso contrário, essa mudança inesperada pode desestabilizar o clima organizacional e gerar frustração entre os membros da equipe mais antigos.

E você? Como pretende realizar os processos seletivos da sua empresa agora que sabe a importância de colocar a cultura organizacional em pauta? Compartilhe suas ideias com a gente nos comentários!

Descubra como considerar cultura organizacional em processos seletivos.

Inventário de Aderência Cultural

 

d'hire

Marketplace de Recrutamento Especializado

3 thoughts to “Por que a cultura organizacional é importante em processo seletivo?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *